Rafa_77: Tarados por vinil lançam canal no Youtube

O The Cookie Collector é um dos novos canais do nicho de música do youtube.

Com uma proposta diferenciada e ~cool~, ele tem conquistado novos seguidores e vem deixando todos curiosos com uma pergunta sem resposta:qual será o próximo disco que eles vão resenhar?

Com humor ácido e língua afiada podemos ver vídeos que brincam ao contar a história sobre os discos de uma maneira debochada, leve e sem medo de ser feliz.

A proposta é simples: através de um ”bolachão” clássico do rock ou da música alternativa, Matheus Patrício, busca calibrado de algumas biritas contar desde a história do disco até como era o mundo no momento de seu lançamento.

O mais legal de tudo isso é poder notar que o projeto acaba se tornando não apenas trabalho; e sim uma maneira de se divertir falando de um dos assuntos que eles mais gostam: música.

Durante a edição, Rafael de Cunto, não perdoa os erros de inglês de Matheus. A edição é tão bem feita que fica impossível ver sem dar uma boa risada com as gafes.

Já teve disco de Jazz, disco de música eletrônica, disco de música alternativa e até ”Dois” do Legião Urbana . Este que Matheus fez questão de dizer que odeia.

Apesar dos caras não reconhecerem que estão tendo uma repercussão bacana eles saíram até em um jornal de Brasília.

Toda a quinta-feira sai um novo vídeo dos caras e sempre vale a pena dar uma conferida independente de gostar do disco ou não. O senso de humor e a edição valeriam a pena mesmo que estivessem resenhando um disco do É O Tchan! (sabe de nada, inocente!).

Separei aqui dois vídeos que eu mais gostei:

 

Confira o bate-papo (descontraído) que fiz com Matheus Patrício:

Como Surgiu a ideia do canal?

Eu tive a ideia do canal, na verdade, sempre tive vontade de produzir conteúdo para o youtube e sempre gostei de compartilhar bandas e músicas com as pessoas. Aí, um dia, conversando com um amigo sobre isso, ele abraçou e começamos a produzir esse conteúdo.

 

Quem são e como os membros do canal se conheceram?

Então, como disse antes, meio que apresentei a ideia que tinha para esse meu amigo, Rafael de Cunto (ele quem faz essa edição foda que vemos no vídeos e me dirige), e ele super abraçou a ideia, até porque ele era e é uma das pessoas com que mais compartilho música, bandas e tals. Ah sim e nos conhecemos no ensino médio e acabamos cursando a mesma faculdade, amizade de longa data.

 

Qual vídeo até agora gostaram mais de fazer?

Cara, acredito que o vídeo que mais gostamos de fazer até o momento é o vídeo que vai ao ar nessa quinta feira, dia 05, (hahahaha) então vou deixar o suspense aqui e para a galera conferir no canal, porque realmente ficou foda! Além dele, tem o vídeo sobre o Miles Davis, que saiu semana passada que estreou nosso cenário externo, que ficou bem legal também

.

Você já tinha feito algum curso de teatro ou tinha experiência com uma câmera á sua frente antes?

Então, fiz faculdade RTV então minha única experiência com câmeras era operando elas (hahahahha) então foi tudo bem novo, se você pegar nosso primeiro vídeo que foi falando da dupla francesa, Justice, é nítido como eu estava travado, mas se pegar nossos últimos vídeos já é possível notar uma certa melhora na minha apresentação, mas acho que tenho muito o que melhorar.

 

Como é o processo de seleção e pesquisa dos discos selecionados?

Então vou ser bem sincero com você, esses primeiros discos fomos escolhendo meio pelo nosso gosto musical, mas agora que já temos um público, estamos tentando atender aos pedidos da galera.

 

Tem algum disco que você sonha em falar sobre e ainda não teve oportunidade?

Para continuar o mistério, esse disco de quinta feira era um dos discos que estava mais afim de falar … mas já que ele já foi gravado vou dizer que meu próximo sonho é falar do disco do Bass Drum Of Death.

 

Qual o seu ‘’bolachão’’  favorito de todos os tempos? Se ficar difícil escolher apenas um te deixo falar 3.

Acho que o bolachão favorito no atual momento é o Rodriguez – Cold Fact, dá um pau em qualquer disco do Bob Dylan (polêmica ahaha) mas tenho pirado nesse som e tudo aumentou depois que assisti o documentário sobre a historia do cara, o ‘searching for sugar man’.

 

O tom de humor, drinks e tiradas de sarro com a sua cara já viraram rotina, o que deixa o espectador bem mais perto do público. Como é que as piadas surgem? Vocês combinam antes ou saem naturalmente durante a gravação?

As piadas surgem naturalmente: eu tenho uma certa dificuldade para lembrar nomes, datas e afins então o negocio sai meio sem querer. E, lógico, eu bebo com vontade, e na hora que o álcool bate, os erros vão aumentando e na hora da edição pegamos os melhores e colocamos.

 

O que tem achado da repercussão?

O canal ta ai chegando à metade de seu terceiro mês, e o negocio está rolando melhor que o imaginado. Somos bem pequenos ainda mas meio que já conquistamos seguidores fieis e isso é muito importante para nós, porque através deles conseguimos saber se o que estamos fazendo está legal ou se está uma lastima.

 

O processo de monetização no youtube é sempre um desafio à parte. Como tem lidado com isso? Tem alguma espécie de parceiro ou algo do tipo?

Sabemos que esse lance de monetização do youtube é meio complicada, e ainda somos muito pequenos, claro que passa em nossas cabeças que seria do caralho conseguir viver disso e tals … mas no atual momento estamos seguindo com o trabalho sem ficar com esse pensamento fixo. E sobre parceria, temos um site que vem nos ajudando na divulgação, o Nação da Música e é isso ai…

Mas, claro, se tiver algum dono de loja de discos lendo essa matéria e achar nosso trabalho merecido de uma parceria, seria o máximo, até porque está complicado comprar discos nesse país.

 

Quem acredita serem os concorrentes e como vê o mercado youtuber no nicho musical no país e no mundo?

O nicho de canais musicais no Brasil é super pequeno, conheço três ou quatro canais (gato e gataminuto indie e heavy lero) e nem sei te dizer se somos concorrentes, mas o que eu acho que seria legal acontecer era uma união, como acontece com os canais de culinária do YouTube, eles se organizaram e eles meio que se ajudam.

 

Quais são suas inspirações na hora de criar a atmosfera da personagem?

Não existe personagem, sou eu mesmo ali, os erros, acertos… É isso ai, sou eu alí. Não quis construir um personagem pelo fato de eu não ser ator e tal. Acho que sendo eu mesmo o negócio fica mais legal.

 

Quanto tempo em média dura a gravação do programa e quando o fazem? Qual a parte mais demorada? Gravar ou editar?

Entre duas ou três horas de gravação, mas sem dúvida, a parte que mais demora é a edição. Então, gravamos sempre aos domingos para o Rafael ter um tempo legal para fazer seu trampo.

 

Qual foi o primeiro disco que você comprou na vida?

Acho que o primeiro CD que ganhei foi um Black Sabbath ”Vol. 4” mas, disco de vinil, foi o ”Suck it and See” do Arctic Monkeys.

 

Que tipo de som você mais odeia e porque? Curisiodade a parte, existem divergências musicais entre os integrantes do canal?

Nossa, a porra do sertanejo e samba me irritam bastante, não me passa nenhum sentimento, sensação, acho realmente ruim. Acredito que uma divergência que temos é sobre música brasileira (bossa nova, MPB e até mesmo rock/indie rock), o Rafael gosta bastante e eu simplesmente não gosto, já tentei ouvir mas simplesmente não rola, me da 5 minutos e já troco. (risos)

Acompanhe o The Cookie Collector noYoutube e no Facebook.

Anúncios

Sobre DebbieHell

Redatora, DJ, e louca por música, e acha um absurdo a expressão "música de menina" ser usada de forma pejorativa. Sócia-fundadora-editora-rainha do Ouvindo Antes de Morrer, apresenta o programa de Debbie Records na Rádio Brasil 2000, não sabe a hora de parar e é um fucking car crash. Ctto: ouvindoantesdemorrer@gmail.com Twitter / Instagram: @debbiehell
Esse post foi publicado em Hell Yeah, Rafael L. Chioccarello e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Rafa_77: Tarados por vinil lançam canal no Youtube

  1. vieirinha disse:

    Republicou isso em Uma Vida Entre os Discose comentado:
    Uma lufada de ar novo no meio youtuber… bem legal, vale a pena conferir só pela iniciativa dos cartas!

    Fé cega e pé atrás
    Valeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s